Um pouco da história do 3º Sargento Everaldo Martins

0
O 9° Batalhão de Polícia Militar (BPM), abrange os municípios de Criciúma, Forquilhinha, Nova Veneza, Siderópolis e Treviso, comandado pelo tenente-coronel Cristian Dimitri Andrade. Já a 4ª Companhia da Polícia Militar, que pertence ao batalhão, compreende os municípios de Nova Veneza, Forquilhinha, Siderópolis e Treviso, comandada pelo 1º Tenente Lennon Fiorillo.
Pertencente a 4ª Companhia, temos o Grupamento de Polícia Militar (GPPM) da cidade de Siderópolis, na qual o seu atual Comandante é o 3º Sargento Everaldo Martins, que conta sobre a sua carreira, projetos e mostra sua história na Polícia Militar de Santa Catarina (PMSC).
Seu ingresso na Polícia Militar (PM) aconteceu no dia 10 de março de 1995, com a realização do Curso de Formação de Soldados (CFSD), na cidade de Criciúma.
Naquele ano, o atual Comandante da 6ª Região de Policia Militar (RPM), Coronel Evandro de Andrade Fraga, na época Tenente foi o Secretário do seu CFSD.
Logo após a formação, trabalhou no Batalhão em Criciúma na modalidade de Rádio Patrulha (RP), e no ano de 2005 concluiu o Estágio de Táticas Policiais, posteriormente ingressando no antigo Grupo de Resposta Tática (GRT), hoje atual Pelotão de Patrulhamento Tático (PPT). Naquele período permaneceu por cerca de três anos, sob o comando do tenente-coronel Cristian Dimitri Andrade, que atualmente está à frente do Comando do 9º BPM de Criciúma. Mais tarde trabalhou também nas cidades de Treviso e Siderópolis na RP.
Sargento Everaldo possui uma extensa ficha de elogios, realizou muitas prisões ao longo de sua carreira e conquistando, por merecimento, o conceito Excepcional.
Devido ao seu excelente histórico como Policial Militar foi convidado a exercer a função de Comando no Destacamento de Siderópolis, onde atua desde então.
O policial relata, que trabalhou por 22 anos na rua e não tinha experiência com o expediente, principalmente com a função de comando, porém aceitou o desafio, “Já estou a quase três anos no comando. Comandar não é apenas sentar em uma cadeira é preciso ter iniciativas, estar sempre atento a tudo, ser proativo, antecipar futuros problemas, necessidades e mudanças. Assim que assumi o comando foram feitas várias melhorias na instalação do local, reforma das viaturas, compra de fardamentos para o efetivo, bem como diversos equipamentos. Isso tudo, em prol da segurança da sociedade, bem como do nosso policial que está a frente de qualquer situação. Temos que estar em condições para enfrentar a criminalidade em nossa cidade.”
O Sargento, pretende manter o ritmo e o comprometimento de seu trabalho até o dia que for para a reserva, já que gostaria de levar boas recordações e deixar seu legado no município.
“Tenho uma satisfação enorme em poder comandar um efetivo que hoje tenho em Siderópolis, pois são responsáveis, técnicos, comprometidos e muito disciplinados. Enquanto tiver saúde, estarei ajudando as pessoas, pois esta é nossa missão, servir e proteger”, finalizou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui