Saúde será o grande foco de Valério para Treviso nos próximos 4 anos

0

Prefeito eleito da menor cidade da Amrec elencou as prioridades para o mandato que inicia em 1º de janeiro

Treviso

Eleito prefeito de Treviso no último domingo, com 2.165 votos (60,02%), Valério Moretti (MDB) deve ter quatro anos de muito trabalho no município. Ao lado do vice, Valentim Cimolim (MDB), assumiu uma extensa lista de compromissos para o mandato que começa no próximo dia 1º de janeiro.

No Plano de Governo registrado junto ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Valério e Valentim destacam 132 ações, divididas em 13 temas: saúde; educação; obras, viação e serviços; agricultura e meio ambiente; assistência social e habitação; esporte, cultura e turismo; administração e finanças; planejamento; indústria e comércio; Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto (Samae); Fundação Municipal de Meio Ambiente de Treviso (Funtrev); Promoção e Assistência Social de Treviso (Proast); e segurança pública.

E o prefeito eleito se comprometeu com a realização do Plano de Governo. “Não tenha dúvida [da conclusão]. Esse Plano de Governo foi analisado por várias pessoas da área. Foi feito pensando no orçamento para os quatro anos. E não tenho dúvida que vamos ter muito apoio dos nosso deputados. E queremos cumprir tudo o que está aí. É um compromisso”, destaca Valério.

Prioridade

O prefeito já adianta, que assim que assumiu o Executivo, o grande foco será a saúde, que Valério descreveu como o maior problema de Treviso na atualidade. “É a saúde. O foco é a saúde. A nossa saúde está em baixa. Simplesmente, a nossa população está abandonada. Por isso, pregamos a saúde em primeiro lugar”, destacou.

Entre as ações previstas, está a implantação de um Centro de Especialidades, ofertando consultas e procedimentos nas áreas de cardiologia, dermatologia, pediatria, psiquiatria, ginecologia, infectologia e profissionais do Núcleos de Apoio à Saúde da Família (Nasf), como nutricionista, psicóloga e serviço social. “Investiremos em todas as áreas na saúde”, antecipou.

Planejamento

A menos de um mês e meio de assumir a Prefeitura, o emedebista já planeja os próximos passos. “Estamos montando uma equipe de transição. Já articulando, analisado os próximos secretários. Já temos secretário de Saúde, de administração e de obras. Quero trabalhar com no máximo cinco secretários. Fazer uma coisa mais enxuta. E depois, além da saúde, temos que cuidar de outras coisas. A praça central, temos que meter a mão logo, porque também está toda abandonada. O nosso agricultor do interior, da mesma forma. Enfim, temos que rever os investimentos em geral no nosso município”, conta.
“Hoje o forte de Treviso é o carvão, que é responsável por 70% da economia. Mas o carvão não brota. O carvão um dia acaba. Então tem que atrair empresas para dar mão de obra para o nosso pessoal, pois depender só do carvão não tem como”, completa o prefeito eleito.

Outra ação planejada, é desenvolver, no ano em que a cidade irá comemorar 30 anos de emancipação, o projeto “Treviso 2025 – O Município como queremos viver”. “Esse planejamento, nós temos uma comissão. Com muitos jovens participando disso. Várias ideias temos guardas conosco. Vamos iniciar o mandato em 2021. Vamos ver como está a caixa preta do município. Esses quatro anos que passaram, a gente sabe que foram um desastre. Foi um atraso de vida. E nós vamos iniciar um trabalho com os pés no chão, centrado no bem estar da população em geral. E depois vamos planejar o município para o futuro”, destaca.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui