Santa Catarina será o primeiro estado a ter retorno do futebol profissional a partir de 8 de julho

0

Paralisado desde o fim da primeira fase, em março, estadual será o primeiro a voltar no Brasil.

A Federação Catarinense de Futebol (FCF) confirmou nesta terça-feira a retomada do campeonato estadual para o dia 8 de julho, quase quatro meses depois da paralisação em razão da pandemia de coronavírus. Será a primeira competição a voltar com os jogos no futebol brasileiro.

A data escolhida para a volta da competição acontece três dias depois do prazo final determinado pelo Governo de Santa Catarina no decreto que proíbe atividades da Fesporte e também de eventos privados, como o Catarinense, até 5 de julho. Nesta semana, a cartilha com recomendações sanitárias elaborada pelo COES (Centro de Operações em Emergência em Saúde) foi disponibilizada aos clubes.

“É importante ressaltar que o retorno está completamente atrelado ao cumprimento das normas de saúde e segurança no dia a dia dos clubes e na realização das partidas. Todos estão comprometidos em desempenhar um trabalho rígido visando garantir as condições ideais para a execução das atividades”, diz o comunicado no site da FCF.

A fórmula do Catarinense será mantida até a disputa do título que, a princípio, vai acontecer em 26 de julho. O estadual foi paralisado em 16 de março, um dia após o fim da primeira fase. A competição será retomada a partir das quartas de final e prevê ainda semifinal e final, além de duas partidas que definirão o time rebaixado à Série B de 2021.

A volta aos treinos presenciais

O Brusque foi o primeiro clube catarinense a retomar as atividades em campo após a liberação do Governo. A reapresentação do elenco quadricolor ocorreu no dia 14 de maio, dois meses depois da paralisação do estadual. Figueirense, Avaí, Juventus, Joinville e Chapecoense também já retornaram aos trabalhos. Até o momento, Concórdia, Criciúma, Marcílio Dias e Tubarão mantêm a quarentena.

Desde a retomada dos treinamentos presenciais, os clubes têm testado jogadores para Covid-19 e foram detectados poucos casos entre atletas profissionais, membros da comissão técnica, funcionários e familiares de jogadores.

Os duelos

O Avaí terminou a primeira fase na liderança, seguido de Brusque, Figueirense, Marcílio Dias, Criciúma, Juventus, Joinville, Chapecoense, Concórdia e Tubarão – os dois últimos disputam o mata-mata do rebaixamento.

Confira a tabela dos primeiros jogos da fase de mata-mata da competição, que será reiniciada nas quartas de final:

Ida:

08/7 – Quarta-feira

Criciúma x Marcílio Dias | 19h

Chapecoense x Avaí | 21h30

09/7 – Quinta-feira

Juventus x Figueirense | 18h30

Joinville x Brusque | 21h

Volta:

11/7 – Sábado

Marcílio Dias x Criciúma | 19h

12/17 – Domingo

Avaí x Chapecoense | 16h

Figueirense x Juventus | 18h30

Brusque x Joinville | 21h

Recomendações sanitárias – sem torcida

O Governo de Santa Catarina concluiu a cartilha com as recomendações sanitárias para o retorno do futebol profissional no Estado. O material é direcionado aos empreendedores, colaboradores, autoridades de saúde e população e apresenta as medidas que devem ser tomadas para o enfrentamento da disseminação da Covid-19.

A cartilha orienta sobre higienização, manutenção do distanciamento e o comportamento sanitário necessário. Entre as orientações está suspender a presença de público no local dos jogos.

Medidas Gerais

a. Autorizar os treinos com bola;

b. Priorização de trabalho remoto para os setores administrativos, quando possível;

c. Utilizar máscaras por todas as pessoas durante todo o período de deslocamento para o estádio, hotel e paradas obrigatórias;

d. Divulgar, em local visível, e nos veículos de transporte, as informações de prevenção à COVID19 para este ramo de atividade; e. As viagens de ônibus devem ser exclusivas para os jogadores e staff do jogo. Cada jogador que viaje no ônibus, deve se sentar sozinho em poltrona dupla e utilizando uma máscara por todo o trajeto. Evitar conversas entre o grupo;

f. O ônibus deve ser previamente higienizado e não deve haver contato com o motorista. Preferencialmente, utilizar ônibus com saída e entrada independentes para os passageiros e o motorista;

g. Disponibilizar álcool 70% nos veículos de transporte para os jogadores e staff do jogo, como também nas instalações do Clube e do estádio, inclusive campo de treino, para higienização das mãos;

h. Quando houver necessidade de paradas durante a viagem, nos aeroportos, nos hotéis, restaurantes, vestiários ou alojamentos, evitar aglomeração de pessoas;

i. Intensificar a higienização das mãos com água e sabão ou álcool a 70%;

j. Atividades de recuperação (crioterapia e contrastes) devem ser realizados individualmente e respeitando procedimentos de higiene e limpeza antes e depois da utilização de equipamentos e utensílios;

k. Nos jogos:

l. Suspender a roda pré e pós jogo de confraternização e aquecimento;

Com informações de Globo Esporte

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui