Parceireria
InícioSaúdeMatriz de Risco: região carbonífera é reclassificada para nível grave

Matriz de Risco: região carbonífera é reclassificada para nível grave

O Governo de Santa Catarina e a Secretaria de Estado da Saúde (SES) divulgaram na manhã deste sábado, dia 10, a Matriz de Risco Potencial em relação ao coronavírus. O balanço classifica 12 das 16 regiões de saúde do estado como em alerta gravíssimo (cor vermelha) e quatro em risco grave (cor laranja) para transmissão da doença.

No último boletim, apenas a região de Xanxerê encontrava-se em nível grave, todas as outras estavam em estado gravíssimo. Neste, ela volta ao patamar mais alto, enquanto as regiões CarboníferaExtremo Sul CatarinenseFoz do Rio Itajaí e Florianópolis foram reclassificadas para o nível grave.

Mesmo com a redução do risco em quatro regiões, os dados da dimensão de Capacidade de Atenção, que aponta a ocupação de leitos hospitalares, ainda se encontram no nível mais alto em todas as regiões. O índice que passou por maior redução foi o de transmissibilidade recebendo no máximo nota 3 em todas as regiões.

RELATED ARTICLES
- Advertisment -

Most Popular

Recent Comments