Covid-19: em Maracajá aumentam as restrições

0

MARACAJÁ (24/7) – O avanço da pandemia do novo coronavírus elevando o extremo sul catarinense a situação “gravíssima”, conforme parâmetros do governo do estado, fez com que a administração municipal de Maracajá tornasse mais rígidas as restrições de movimentação de pessoas no município.

Além do quadro em vigor, outras quatro restrições foram impostas no decreto municipal 81/2020, baixado na tarde desta sexta-feira (14) pelo prefeito Arlindo Rocha, como forma de combater o avanço da covid-19 e reforçar as medidas já tomadas desde o início da pandemia.

Bares, restaurante, restaurantes, conveniências e similares somente poderão permanecer abertos até às 21 horas. Os bares, obrigatoriamente, não deverão abrir durante todo o domingo e infratores poderão ser multados com valores que vão de R$ 29,79 a R$ 299,01.

O Parque Ecológico Municipal Prefeito Thomaz Rocha permanecerá fechado à visitação pública e o restaurante  que funciona em anexo, por decisão de sua direção, somente fornecerá alimentos por encomenda e entrega em domicílio ou apenas para retirada no local.

Nesta sexta-feira (24) as equipes das vigilâncias Sanitária e Epidemiológica realizaram barreira de conscientização no principal acesso ao município, na Avenida Nossa Senhora da Conceição, distribuindo folhetos com informações sobre a doença e formas de prevenção e conscientizando a população sobre o uso de máscara.

O decreto 81/2020 está disponível, na íntegra, no endereço oficial do município na internet: www.maracaja.sc.gov.br.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui