‘As decisões serão regionais’, afirma secretário de Saúde sobre as mudanças da nova matriz de risco

0
Estado divulgou na noite de ontem que o Sul de SC está todo em estado gravíssimo

O Governo de Santa Catarina atualizou os dados da Matriz de Risco Potencial e apontou que as regiões Carbonífera, Amesc e Laguna estão enquadradas em risco gravíssimo, ilustradas no mapa pela cor vermelha. Com a mudança, o secretário de Saúde de Criciúma, Acélio Casagrande, afirmou que ações que já foram publicadas em decretos e portarias serão realizadas.

“Tivemos dois dias de muitas articulações e reuniões. Não adianta Criciúma tomar uma decisão individual e o município vizinho tomar outra. As decisões serão regionais”, garantiu em entrevista ao jornalista João Paulo Messer, da Rádio Eldorado. Segundo Casagrande, nessa terça-feira, foram realizados encontros com diversos setores do município. “Tivemos ontem com proprietários de bares, empresários esportivos e igrejas. “Em Criciúma, teremos algumas ações que já estão nas portarias e decretos e restringem a realização de eventos sociais, os horários de funcionamento de estabelecimentos e também em academias e igrejas a lotação máxima será de 30%”, comentou.

Leitos de UTI 

O Hospital São José (HSJ) deve abrir mais dois leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI). “Fui informado ontem pela direção da instituição que passaremos para 29 leitos de UTI, ou seja, dois a mais. Mas quem regula internações e leitos é o Estado”, explicou.

Casagrande pediu que apenas pacientes com sintomas de coronavírus procurem o Centro de Triagem. “Peço que as pessoas não se desloquem para o Centro de Triagem para pedir atestado. Esse local é para pacientes com sintomas de coronavírus. Mais de 50% da população que vai ao Centro de Triagem não possui o vírus. Procurar sempre as Unidades Básicas de Saúde (UBSs)”, ressaltou.

A Prefeitura de Criciúma divulgou na noite dessa terça-feira, dia 24, o boletim oficial com números do coronavírus. O município chegou a 10.129 casos confirmados da doença. Destes, já se recuperaram 8.953 e 121 pessoas morreram em virtude da doença. Atualmente, 1.145 casos seguem ativos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui