Widgetized Section

Go to Admin » Appearance » Widgets » and move Gabfire Widget: Social into that MastheadOverlay zone

Um pouco da história de Helena de Lurdes Quarti Viana

Filha de José Quarti e Oresta Brígida Pescador Quarti, nasceu em Siderópolis no dia 17 de outubro de 1940. Casou em 27/07/1957 com Flavio Viana e desta união tiveram quatro filhos: Agisse Soraia Viana, Milk Roice Viana, Vairan Marcel Viana e Jaqueline Viana; oito netos: Helida, Elaine, Franciani, Juan, Natalia, Raul, Letícia e Tomas; quatro bisnetos: Helinton, Eduardo, Larissa, Charles, Victor, Miguel, Lucas e Helena.

Helena começou os seus estudos na “Escola Pública Mista Estadual de Nova Belluno”(escola localizada onde é hoje o Colégio Dom orione), da primeira à terceira série. Lembra que nessa época Madalena Queluz e Alexandre Rovaris foram os seus professores.

A quarta série cursou “Escola Reunidas Horácio Serapião de Carvalho(escola localizada perto de onde é hoje a casa Savi)e sua professora foi Sara Bom Moretti. O Quinto e sexto ano no “Grupo Escolar José do Patrocínio”( escola localizada onde é hoje o a prefeitura municipal de Siderópolis). Depois fez o supletivo no Artigo 99.

Concluiu o curso científico no colégio Dom Orione em 1974.

Prestou vestibular para ciências exatas (matemática) em 1975 onde ficou com a 18ª colocação num total de 500 candidatos.

Formou-se em licenciatura curta (Biologia) e licenciatura plena (Matemática) em 1980.

Iniciou a carreira profissional como professora de educação infantil no final de 1978, cujo prefeito era Zelindo Trento. Em 1979 começou também com os grupos de mães e em 1981 foi inaugurado o Centro Social Urbano (CSU) onde, através de concurso público, coordenou os trabalhos com a educação infantil, grupo de mães, os primeiros grupos da terceira idade e cursos semiproficionalizantes (tricô, crochê, acolchoado, culinária, flores, etc.) em convênio com a Legião Brasileira de Assistência Social – LBA (extinta no governo Collor) sob orientação da assistente social Dilma Locatelli de Lorenzi.

Trabalhou no CSU nas gestões: Zelindo Trento, Dilnei Rossa, José Antonio Périco Lúcio Ubiali, Dilnei Rossa e José Antonio Périco, sendo diretora executiva da AFABESS durante sete anos e gerente do CSU por quatro anos. Foram 25 anos de serviços prestados à comunidade através da Prefeitura e do CSU.

Em 2005 foi demitida e logo em seguida convidada pelo casal Dilnei e Claudete Rossa para trabalhar na BG Calçados.

Em 2014 convidada a voltar  trabalhar na Associação Feminina de Assistência e Bem-estar Social de Siderópolis (Afabes), onde realiza seus trabalhos com muita dedicação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *