Widgetized Section

Go to Admin » Appearance » Widgets » and move Gabfire Widget: Social into that MastheadOverlay zone

Tiro no pé pode não reeleger atuais vereadores

Vereadores de Siderópolis reprovam projeto que previa redução de salários O Projeto de Lei do próprio Legislativo de Siderópolis que previa a redução em 10% do salário dos vereadores bem como o congelamento do aumento de INPC deste ano foi reprovado por cinco votos a quatro, durante sessão da Câmara realizada na noite de segunda-feira, 9. A proposta de redução dos salários havia sido proposta por uma comissão formada no município e deveria entrar em vigor em janeiro de 2017. Votaram contra o projeto os vereadores Andrei Donadel (PDT), Joênio Marques (PMDB), Moacir Pavan (PSDB), Valdemir Carminatti (PP), e Willian Bonassa (PSD).

Vereadores de Siderópolis reprovam projeto que previa redução de salários
O Projeto de Lei do próprio Legislativo de Siderópolis que previa a redução em 10% do salário dos vereadores bem como o congelamento do aumento de INPC deste ano foi reprovado por cinco votos a quatro, durante sessão da Câmara realizada na noite de segunda-feira, 9.
A proposta de redução dos salários havia sido proposta por uma comissão formada no município e deveria entrar em vigor em janeiro de 2017.
Votaram contra o projeto os vereadores Andrei Donadel (PDT), Joênio Marques (PMDB), Moacir Pavan (PSDB), Valdemir Carminatti (PP), e Willian Bonassa (PSD).


Cidades baixam salários dos vereadores e maioria desiste de disputar reeleição

 
Em três municípios do Paraná que passaram a pagar apenas o salário mínimo a parlamentares, menos da metade deles vai disputar nova vaga nas Câmaras.
 
A partir de 2017, os vereadores de três cidades do Paraná passarão a receber subsídio equivalente a um salário mínimo. O efeito mais evidente desta redução foi a queda no número de parlamentares dispostos a tentar a reeleição.
 
Já em Siderópolis, cinco vereadores: Joenio Marques, Wiliam Bonassa, Moacir Pavan, Andrei Donadel e Valdemir Paulo Carminatti, que votaram contra a redução de seus salários sentem na pele a rejeição dos eleitores, quando todos concorrem, seja no executivo ou legislativo e podem ter dado um tiro no próprio pé ao rejeitar a redução.
 
Hoje um vereador em Siderópolis recebe R$ 4,800,00 para ir nas sessões quatro vezes por mês, sendo que as sessões duram aproximadamente 30 min, isto é, recebem por duas horas de trabalho para Blá, Blá, Blá, Blá…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *