Widgetized Section

Go to Admin » Appearance » Widgets » and move Gabfire Widget: Social into that MastheadOverlay zone

Siderópolis – Inaugurada na Comunidade de São Martinho Baixo, Igreja Nossa Senhora Aparecida

Siderópolis - Inaugurada na Comunidade de São Martinho Baixo, Igreja Nossa Senhora Aparecida

Siderópolis – Inaugurada na Comunidade de São Martinho Baixo, Igreja Nossa Senhora Aparecida

MAIS FOTOS

No domingo as 10 hs 23 de outubro de 2016, na comunidade de São Martinho Baixo, com celebração do Bispo Dom Jacinto Inácio. A comunidade junto com o filho da comunidade, Pe Miro de Bona agradeceram a todos que de alguma forma contribuiu para que o sonho de ter uma igreja se concretizasse.   domingo as 10hs 23 de outubro de 2016, na comunidade de São Martinho Baixo, com celebração do Bispo Dom Jacinto Inácio. A comunidade junto com o filho da comunidade, Pe Miro de Bona agradeceram a todos que de alguma forma contribuiu para que o sonho de ter uma igreja se concretizasse.

HISTÓRICO DA IGREJA DE NOSSA SENHORA APARECIDA

A Comunidade de São Martinho Baixo, município de Siderópolis é constituída de 23 famílias e sua descendência é de origem italiana. A renda principal das famílias provem da verdura e dos aviários.

Esta comunidade até pouco tempo atrás fazia parte da Comunidade vizinha e da Igreja de São Martinho Alto.

Por mais de um século, as duas Comunidades permaneceram unidas em suas atividades de evangelização e espiritualidade. Com o passar dos anos e com um bom entendimento, viu-se que a Comunidade de São Martinho Baixo podia seguir em frente com o seu próprio potencial e não necessitava mais de ser dependente de São Martinho Alto, e que cada uma poderia seguir suas atividades locais.

Foi assim que aconteceu a dez anos atrás, em 2006, no dia 23 de novembro do mesmo ano, tendo as Missões Populares, as missionárias da Capela do Cristo, ou seja, do Jesus Crucificado, elas sugeriram para a diretoria e a Comunidade para rezar uma Missa naquele local, mesmo que fosse uma cancha de bocha.

A ideia foi aceita pela comunidade e foram falar com o Pároco da Paróquia de Nova Veneza, o então, Padre Cezar Budny. Tendo ele aceitado, marcou-se a data para rezar a primeira missa em nossa comunidade de São Martinho Baixo.

Naquela primeira missa, o Padre Cezar Budny, vendo a grande participação da comunidade, ele mesmo diante de toda comunidade aceita rezar uma missa por mês e foi aplaudido pela comunidade. Mesmo que aquela missa e as outras que viriam fossem celebradas nas dependências do salão de festa da comunidade, pois ainda não havia um local apropriado para celebrar.

Depois do terceiro mês com Missas mensais, a Comunidade decide a fazer umas reformas na antiga escolinha e a desde então, se torna o local para as celebrações das Missas e demais atividades espirituais da Comunidade e se torna conhecida como a nossa “igrejinha”.

Com a transferência do Padre Cesar Budny, o novo Pároco que assume a Paróquia de Nova Veneza foi o Padre Itamar Mazzuco. O mesmo deu continuidade as celebrações mensais, e ele mesmo vendo a boa participação da Comunidade e como ela estava organizada, sugeriu de que fosse  construído um local apropriado para as celebrações, ou seja, deu a ideia de  construir uma Igreja. Mais uma vez, a Comunidade acolheu a proposta com muito amor e carinho. A partir daí, foram feitas na Comunidade varias reuniões para discutir o assunto. Vendo que agradava a todos a ideia de construir uma Igreja.  A Comunidade se reuniu, no mês de dezembro de 2009, para discutir sobre qual seria o local e como seria conseguido o terreno onde seria construída a Igreja.

Naquela mesma reunião, os irmãos Valdir e Valdenir De Bona (Popi), se oferecem para fazer a doação total do terreno, onde hoje se encontra construída esta Igreja. Passadas as informações ao Padre Itamar Mazzuco, ele autoriza a construção da Igreja.

Foi procurado o arquiteto e engenheiro Cleber Zanellato para que fizesse o desenho e a planta da Igreja que hoje existe. Sendo também, a planta da Igreja analisada e aprovada pela equipe de obras da Diocese de Criciúma.

No dia 16 de março de 2015, teve inicio os primeiros trabalhos, no terreno que foi doado pelos irmãos Valdir e Valdenir De Bona (Popi) e com a escritura do terreno, que teve a desmembração feita pelo Cartório Freccia, de Siderópolis.

A partir desta data, iniciou os trabalhos, como a medição do espaço, pela Construtora VC Construções e sendo feito a sondagem e as perfurações do solo pela Savi Fundações e Sondagens, de Criciúma. Tendo sempre o acompanhamento direto dos engenheiros Cleber Zanellato e Juliana Possamai e pelo responsável da Obra, Valdir Albônico.

Com as bênçãos de Deus, a obra nunca parou. Até que no dia 31 de janeiro de 2016, com a transferência do Padre Itamar Mazzuco, assume o novo e atual Pároco da Paróquia de Nova Veneza, o Padre Vilmar Moreti, que continua incentivando a Comunidade com os trabalhos da construção da Igreja, e que pela intercessão de Nossa Senhora Aparecida, a padroeira da Comunidade, nunca iria faltar nada.

Por isso, a Comunidade continuou unida e se empenhando para que nada pudesse faltar para o término da construção da Igreja.

Tendo também uma boa participação e ajuda da Prefeitura de Siderópolis, através do Prefeito municipal Hélio Roberto Cesa (Alemão).

Como também, toda iluminação externa e interna foi oferecida pela Certrel (Cooperativa de Eletrificação Rural de Treviso), através do seu Presidente Volnei José Piacentini.

O tamanho da obra construída é de 10 metros de largura por 20 de comprimento, totalizando 200 m². O custo total da obra construída é de 247.135 reais, incluindo os valores das doações dos materiais recebidos, como: cimento, areia, tijolos, vidros, aberturas e outros materiais, e também foi investido um total de 46.568 reais para poder mobiliar, com tudo aquilo que fosse necessário para ter a Igreja completa. O valor total do investimento é de 295.323 reais.

A Comunidade de São Martinho Baixo agradece a todos os amigos, colaboradores, benfeitores, que de alguma forma colaboraram e incentivaram a realização desde sonho tão desejado e almejado por todos que é a construção desta Igreja Nossa Senhora Aparecida e que hoje será inaugurada e abençoada pelo nosso querido Bispo Diocesano Dom Jacinto Inácio Flach e com a presença dos demais Padres aqui presente.

A partir de hoje, o templo será chamado de Igreja Nossa Senhora Aparecida e ela será a padroeira desta Comunidade e que pertence à Paróquia de Nova Veneza, com o seu Pároco, Padre Vilmar Moreti e que pertence também à Diocese de Criciúma, com o nosso Bispo Dom Jacinto Inácio Flach.

A relíquia de 2º grau que está no altar é de São João Paulo II, que ontem, dia 22 de outubro, foi o dia que comemoramos o dia Dele.

Toda a Comunidade de São Martinho Baixo, junto com o seu CAEP (Conselho de Assuntos Econômicos Paroquias) e o CPP (Conselho Paroquial Pastoral) agradecem a participação e a presença de cada um.

Invocando a intercessão de Nossa Senhora Aparecida, para que o Deus da paz e Todo Poderoso, se digne de abençoar a todos, como também a todos os seus familiares.

São Martinho Baixo, 23 de outubro de 2016.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *