Widgetized Section

Go to Admin » Appearance » Widgets » and move Gabfire Widget: Social into that MastheadOverlay zone

Em que ano foi inaugurado o túnel?

Em que ano foi inaugurado o túnel?

Em que ano foi inaugurado o túnel?

Escrever sobre o túnel da Ferrovia Tereza Cristina em Siderópolis é sempre um desafio onde fatos e lendas se misturam, e o ar de mistério quase sempre prevalece, a começar pelo ano de inauguração da obra. A data mais aceita entre a população e alguns autores remete ao ano de 1944 que esta gravado em uma espécie de placa de concreto em alto relevo na parte superior de uma das bocas de entrada do túnel, o que sugere que este seja o ano de conclusão da obra, no entanto, sabe-se segundo estudos bibliográfico que as obras tiveram inicio em 1943, sendo muito pouco provável que em um ano estivessem concluídas a perfuração da montanha, concretagem das laterais e colocação dos blocos de junta seca que formam o arco pleno do túnel . Mas o que sugere o ano “1944” então? A data pode ter sido gravada em menção ao ano em que iniciou-se a concretagem da obra, supondo que tenha começado pelo lado voltado para o centro da cidade onde o ano esta gravado. Na parte superior da extremidade oposta, ou seja, na boca de entrada voltada para o bairro Patrimonio também existe uma placa em relevo, porem com a ausência de qualquer inscrição, podemos imaginar que ali seria gravado o ano de conclusão da obra, também sendo possível que tenha sido gravado e sumido pela ação do tempo. Em entrevista registrada pelo colega Rogerio Dalsasso (2009), Alberto Brunel que trabalhou na construção do túnel desde o inicio faz a seguinte afirmação: “foram dois anos de muito trabalho”, dando a intender que a obra teria sido concluída em 1945 considerando o inicio em 1943. Existe ainda a possibilidade da inauguração ter ocorrido em 1946 como afirmam Regina Siqueira e Rúbia Souza Paraco em um estudo intitulado PROPOSTA PARA ENSINO DE ESTUDO SOCIAIS (1989), coincidindo assim como ano de conclusão do ramal que chegou a Siderópolis. Sabe-se que a construção de um novo ramal da ferrovia incluindo um túnel foi aprovada pelo decreto federal numero 10.764de 31 de outubro de 1942 sendo que este novo ramal derivou do quilometro 112 no bairro Pinheirinho em Criciúma se estendendo por 12,4 mil metros até chegar a Siderópolis, as obras iniciaram em 1943 tendo sido concluída três anos depois. O principal indício de que a conclusão do túnel não ocorreu no ano de 1944 esta em um livro intitulado Caminhos Percorridos do autor Luiz Serafim Derenzi que trabalhou como engenheiro na construção do túnel, nele o autor pretendia relatar um pouco de sua trajetória profissional, tendo falecido porém antes de terminar suas memorias, o livro foi publicado mesmo estando inacabado em 2002 e nele o autor relata suas experiências profissionais até o ano de 1944, descrevendo os desafios da construção do parque Nacional do Itaipu no Paraná e sem citar a construção do túnel, ou seja, se em 1944 Luiz Serafim ainda trabalhava no Paraná não poderia estar concluindo a obra de construção do túnel. Lamentavelmente Derenzi parou de escrever suas memórias justamente quando ao que tudo indica citaria suas experiências aqui em Siderópolis.

Macsuel de Bona, Historiador e Pesquisador

2 Responses to Em que ano foi inaugurado o túnel?

  1. RONALDO DAVID Responder

    nov 16, 2016 at 11:37

    Sobre o texto elaborado, acima, por Macsuel De Bona, no meu livro “RIO FIORITA II – A COMPANHIA SIDERÚRGICA NACIONAL E HISTÓRIAS DE UMA COMUNIDADE”, lançado em junho de 2015, nas páginas 47 a 51 faço alusão à inauguração do Túnel da EFDTC, fruto de pesquisas de mais de 4 anos, com entrevistas e documentos. A inauguração aconteceu em 1º de julho de 1947, tendo a obra iniciada em fevereiro de 1944 e por isso a notificação acima do túnel. A condução dos trabalhos foi do engenheiro-chefe da empresa Socimbra, LUIZ SERAFIM DERENZI (1898-1977), com as obras sendo concluídas ao final de 1946, e com todas as etapas e formas de sua edificação expressas em fotos.

  2. Nilso Dassi Responder

    jan 7, 2018 at 17:32

    Sugiro a leitura do livro:
    Tereza Cristrina: a ferrovia do carvão.
    Autor: Walter Zumblick
    Há alguns exemplares na biblioteca da Unesc.

    A obra foi concluída em 1944.

    Nilso Dassi
    Licenciado e Bacharel em História pela Unesc.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *