Widgetized Section

Go to Admin » Appearance » Widgets » and move Gabfire Widget: Social into that MastheadOverlay zone

1º Festival de Dança da Terceira Idade reúne bailarinos dos municípios da AMREC

A Associação Feminina de Assistência Veneziana (Afave) promoveu nesta sexta-feira, 29, o 1º Festival de Dança da Terceira Idade, no Teatro Municipal. O evento marca o Dia Internacional do Idoso, celebrado anualmente em 1º de outubro. As coreografias destaques foram Carimbó do Sul, de Criciúma e Brasil, ainda acreditamos, de Nova Veneza.

Com estilos musicais variados, os 140 dançarinos mostraram em cada coreografia que não importa a idade para contagiar o público. Participaram do festival os integrantes de grupo de Criciúma, Treviso, Siderópolis, Içara, Morro da Fumaça, Forquilhinha, Urussanga, Cocal do Sul e Nova Veneza. Além do grupo Balanço das Ondas, de Balneário Camboriu, premiado nos Jogos Abertos da Terceira Idade (Jast) e o grupo Baillar, de Sombrio.

Uma das juradas, a coreógrafa Fátima Folchini, de Balneário Camboriú enalteceu a organização do festival. “É um prazer estar aqui, muito bom ver esses grupos, alguns começando e outros há mais tempo com apresentações fantásticas. Podemos perceber em cada coreografia a dedicação dos bailarinos. A cidade nos recebeu muito bem, tudo muito organizado e é um festival que tem muito para dar certo. Nós temos poucos festivais da Terceira Idade e precisamos dar continuidade nesse projeto”, comenta.

“Queremos agradecer a cada primeira-dama que incentivou o seu grupo a participar do festival. Fiquei impressionada com cada coreografia e a dedicação dos nossos idosos em fazer uma bela apresentação. Essa semente foi plantada junto com todos os municípios e queremos continuar a cada ano fazendo um evento cada vez mais organizado e participativo. O festival serviu para a interação entre os grupos de idosos mantidos por várias instituições da AMREC, além de incentivar a prática e proporcionar a vivência da dança para os nossos idosos”, comenta a presidente de honra da Afave, Sidnei Vitória Frigo, a Neni.

Fonte Cris Freitas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *